IV Feira da Educação, Formação e Emprego
Maio 25, 2017
II Jornadas da Educação, Dr. Leão de Meireles
Junho 29, 2017

Publicação da 4ª, 5ª e 6ª Nota Informativa

6ª Nota Informativa

TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO: que futuros possíveis?

  • Na Nota Informativa anterior, tivemos oportunidade de analisar a evolução da tecnologia e algumas das suas tendências. Terminamos a análise deixando em aberto as implicações que a evolução tecnológica pode trazer para o domínio da educação e da formação. De facto, a questão impõe-se, em particular quando nos encontramos a elaborar o Projeto educativo Municipal de paços de Ferreira: ao nível da educação, que tendências e cenários futuros podemos tentar antecipar?

5ª Nota Informativa

TECNOLOGIA: no domínio da ficção científica?

  • O ritmo de evolução tecnológica tem sido avassalador. Os últimos 50 anos foram mais inovadores tecnologicamente do que os 5.000 anos anteriores. A manter-se esta velocidade de inovação, isso significará que 50% dos produtos disponíveis dentro de cinco anos ainda não foram inventados.

4ª Nota Informativa

NATIVOS DIGITAIS: formas de pensar, viver e sentir

  • Nos últimos 100 anos, vimos surgir várias gerações com características distintas: os Tradicionalistas, nascidos entre o virar do último século e o fim da Segunda Guerra Mundial (1900-1945), os Baby Boomers (1946-1954), que são a maior população alguma vez nascida, os da Geração X (1965-1980), população pequena, mas muito influente, e os Millenials, que surgem desde 1980 (Rosenau, 2010). As designações são várias: Nativos Digitais (Prensky, 2001), Millenials (Oblinger, 2003), Geração Net (Tapscott, 1999), e ainda Geração Y, Screenagers ou Geração Google (TORRES e MARCIALES-VIVAS, 2008). Tudo remete ao mesmo: a primeira geração que cresce rodeada de tecnologia digital e para quem a tecnologia não representa qualquer ameaça, mas antes uma envolvente completamente natural da experiência quotidiana. Sabem trabalhar em equipa e privilegiam atividades experimentais, caraterizam-se por realizar múltiplas atividades ao mesmo tempo, orientam-se por metas, atitudes positivas e estilo colaborativo. A imediatez e conectividade que os caracterizam exigem um novo paradigma educativo.